Brasão

Câmara Municipal de Itajubá

Consulta

Moção Nº 15/2020

Data: 29/06/2020

Situação: Padrão

Regime: Ordinário

Autoria: Cleber David - PSD

Assunto: Apresento a V.Exa., nos termos do artigo 152 do Regimento Interno, a presente Moção de Pesar, pelo falecimento da Sra. Maria Izabel Duarte Silva, ocorrido no dia 09 de maio 2020. Maria Izabel Duarte Silva, nascida em 19 de novembro de 1927, em Itajubá, filha de José Duarte (ex-ferroviário) e Cecília Martins Duarte (do lar), filha mais velha dos seis filhos do casal, sendo os irmãos Ulisses, José Aroldo, Clarice, Eunice e Berenice. Aos 17 anos foi contratada pela fábrica Codorna (fábrica de tecidos na Boa Vista) para trabalhar como tecelã, e após algum tempo foi admitida na Cia de Telefone de Minas Gerais como telefonista. No ano de 1948 Maria Izabel conheceu Silvio José da Silva, conhecido como Silvio Queijinho, que era charreteiro próximo à estação ferroviária e que posteriormente foi vereador nesta Casa Legislativa. Começaram a namorar em 1950 e casaram-se em 1957. Tiveram seis filhos: o primeiro veio a falecer, depois vieram Alexandre, Julio Cesar, Sandra e as gêmeas Raquel e Regiane. Ficou casada com Silvio por 46 anos, até 10 de fevereiro de 2004, quando Silvio veio a falecer por problemas de diabetes. Tiveram seis netos e um bisneto. Maria Izabel há três anos vinha tratando de Mal de Parkinson e veio a falecer aos 92 anos de idade em 09 de maio de 2020, sendo sepultada no dia das mães. Que se registre nos anais desta Casa Legislativa esta singela homenagem à memória de Maria Izabel Duarte Silva, viúva de um dos grandes edis que passaram pela Câmara Municipal de Itajubá, senhor Sílvio José da Silva, popularmente conhecido por Silvio Queijinho, rogando a Deus conforto a todos os seus familiares.

Moção Nº 16/2020

Data: 25/06/2020

Situação: Aprovada

Regime: Ordinário

Autoria: Fabrício Oliveira Machado - PP

Assunto: Moção de Apoio ao Prefeito Municipal de Itajubá pelas ações de enfrentamento à Pandemia do Covid-19 no Município. de Itajubá.

Moção Nº 14/2020

Data: 22/06/2020

Situação: Padrão

Regime: Ordinário

Autoria: Cleber David - PSD

Assunto: Senhor Presidente, Cleber David, vereador que esta subscreve, regimentalmente apoiado, vem apresentar Moção de Congratulação ao Exmo. Desembargador Octavio Augusto De Nigris Boccalini, recentemente eleito para o cargo de Juiz Membro Substituto do TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral) – Classe Desembargador.

Moção Nº 13/2020

Data: 15/06/2020

Situação: Aprovada

Regime: Ordinário

Autoria: Marcelo Krauss Rezende - PP

Assunto: Senhor Presidente, Apresento a V.Exa., nos termos do artigo 152 do Regimento Interno, a presente Moção de Pesar, pelo falecimento da Sra. Maria de Lourdes Leite Pinto, ocorrido no dia 13 de junho de 2020. Maria de Lourdes Leite Pinto - Maninha Mandolesi, nasceu em Itajubá em 20 de novembro de 1930, filha mais velha de Alice Brás Mandolesi e Renato Leite. Casou-se com Ambrósio Pinto em 1959 na cidade de Itajubá. Morou em Santos por mais de 10 anos e lá nasceram suas duas filhas: Lilian Daisy e Glace Mara, retornando para Itajubá para assumir a Padaria Mandolesi. Em seguida se tornou primeira dama da cidade de Itajubá quando seu marido se tornou prefeito. Foi uma 1ª dama ativa e generosa, sempre zelando pelo povo sem importar com a classe social. Teve 3 netos e 1 bisneto e no dia 13/06/2020 partiu deixando saudades e um legado inesquecível.

Moção Nº 11/2020

Data: 11/05/2020

Situação: Aprovada

Regime: Ordinário

Autoria: José Maria Silva - PTB

Assunto: Senhor Presidente, José Maria Silva, vereador que esta subscreve, regimentalmente apoiado, vem apresentar a V. Exa. Moção de Pesar pelo falecimento do Sr. João Renó, ocorrido no dia 20 de abril de 2020.

Moção Nº 10/2020

Data: 04/05/2020

Situação: Padrão

Regime: Ordinário

Autoria: Joel Carlos de Almeida - PSDB

Assunto: Senhor Presidente, Joel Carlos de Almeida, vereador que esta subscreve, regimentalmente apoiado, vem apresentar a V. Exa., MOÇÃO DE PESAR pelo falecimento da Sra. Renata Martins Faria, ocorrido no dia 28 de abril de 2020. A Sra. Renata Martins Faria, filha de José Martins e Iracema Martins, nasceu em 29 de dezembro de 1931. Ela veio de uma família de 12 filhos e até então, tinha apenas uma irmã, ainda viva, com 97 anos, que é consagrada à Congregação da Providência de GAP. Casou-se em setembro de 1957, na cidade de Aparecida – SP, com Ovídio Pereira de Faria e juntos tiveram 4 filhos: Valéria, Iracema, Ovídio e Priscila Martins de Faria. Dona Renata era muito querida e respeitada pelos amigos e irmãos de fé. Era membra efetiva da Comunidade Theotokos - Casa de Formação Guadalupe – Renovação Carismática Arquidiocesana, desde o ano de 1973 até 2018. Semanalmente, participava dos atendimentos de oração e evangelização na Comunidade. Foi assídua ao seu chamado na Igreja e em meados de 2018, já com dificuldades de visão, não conseguiu comparecer todas as semanas no seu ofício. Dona Renata era procurada por inúmeras pessoas que necessitavam de um conselho e de oração. Muitas vezes, assim como uma mãe, ouvia de Deus o melhor conselho para os seus filhos. Mulher, esposa, mãe e missionária, Dona Renata desempenhou um papel fundamental para todos aqueles que estavam ao seu redor promovendo o que Jesus nos ensinou: “Aquele que faz a vontade de Deus é meu pai, minha mãe e meus irmãos.” Cumpriu fielmente sua missão, com retidão, silêncio e humildade. Que fique registrado nos anais desta egrégia Casa Legislativa Moção de Pesar a Dona Renata Martins Faria pelo seu passamento.

Moção Nº 5/2020

Data: 16/03/2020

Situação: Padrão

Regime: Ordinário

Autoria: Sebastião Silvestre da Costa - MDB

Assunto: Moção de Pesar

Observações: Para Reunião de 16/03/2019 -10ª Reunião Ordinária

Moção Nº 7/2020

Data: 09/03/2020

Situação: Padrão

Regime: Ordinário

Autoria: Joel Carlos de Almeida - PSDB

Assunto: Apresento a V.Exa., nos termos do art. 152 do Regimento Interno, vem apresentar a presente MOÇÃO DE CONGRATULAÇÃO ao Coronel OTERSON LUIS NOCELLI. Oterson Luis Nocelli é natural de juiz de fora/mg, possui 49 anos e casado com a sra. Marilia rosa da fonseca nocelli com quem possui dois filhos, Isabella Fonseca Nocelli e Heitor Fonseca Nocelli. Ingressou na polícia militar em 04 de fevereiro de 1991, no curso de formação de oficiais da academia de polícia militar, sendo declarado aspirante a oficial em 11 de novembro de 1994. Serviu nas seguintes unidades da polícia militar: nôno batalhão da polícia militar de Barbacena, segundo batalhão, vigésimo primeiro batalhão da polícia militar de Uba, quinquagésimo sexto batalhão da polícia militar de Itajubá, décima sétima companhia independente de meio ambiente e trânsito de Pouso Alegre, quinquagésimo sétimo batalhão da polícia militar em São Lourenço e quarta região e vigésimo sétimo batalhão da polícia militar de Juiz de Fora. Funções desempenhadas como oficial superior contou como subcomandante e comandante de várias regiões de Minas Gerais tais como Itajubá, São Lourenço, Pouso Alegre e Juiz de Fora e atualmente designado para 17º Região de Comandado da PM em Pouso Alegre. As promoções foram desde aspirante em novembro de 1994, segundo tenente em 1995 até o posto de coronel em 04 de fevereiro de 2019. Os cursos na polícia militar foram de formação de oficiais na academia de polícia militar em1994, operações especiais no batalhão de missões especiais da em 1997, curso de especialização em segurança pública em 2009 até a conclusão do curso de bacharel em direito no ano de 2013. Possui as seguintes medalhas de mérito militar grau bronze e prata, mérito profissional, Comenda ambiental estancia hidromineral de são Lourenço, medalha galo de ouro em Baependi dentre outras. Em 2019 o Coronel Oterson Luís Nocelli assumiu o comando da 17ª Região da Polícia Militar (RPM), com sede em Pouso Alegre, ao qual Itajubá

Moção Nº 6/2020

Data: 09/03/2020

Situação: Padrão

Regime: Ordinário

Autoria: Fabrício Oliveira Machado - PP

Assunto: Senhor Presidente, Apresento a V.Exa., nos termos do art.152 do Regimento Interno, a presente Moção Congratulatória para os senhores, Bruno Mendes, João Marcelo, Klecius Balbino e Marcelo Aguiar (Bolinha), organizadores do Bloco do Gafanhoto. A ideia do Bloco do Gafanhoto surgiu em 2012, em uma conversa informal na família de Bruno Mendes, impulsionados pelo movimento de amigos pessoais, fundadores do Bloco Varada N´Água, que já vinha fazendo na cidade um movimento de retomada do carnaval de rua de Itajubá-MG. O nome foi uma brincadeira pontual, mas que foi aceiro rapidamente aos que participavam da conversa. A intenção desse bloco era ser mais uma opção de carnaval nas ruas de Itajubá às famílias e aos antigos foliões que viveram as épocas áureas do carnaval da cidade. Em 2013, Bruno, nos preparativos para participar do bloco Varada N Água, solicitou a seus amigos que fossem todos de verde, fazendo uma espécie de ala alternativa entre amigos, já na intenção de um movimento do Gafanhoto para os anos seguinte. O Bloco do Gafanhoto saiu às ruas pela primeira vez em 2014, incorporado ao Bloco Varada N´Água, como uma ala independente, oficial do bloco. Saíram com 50 integrantes, com um abadá diferenciado, caracterizando o grupo. Em 2015 fez seu primeiro desfile independente pela cidade de Itajubá-MG, na ocasião fazendo um trajeto que saiu do bairro Santo Antônio e finalizou no sambódromo, acompanhado por uma bateria de escola de samba e finalizou o desfile em um trio elétrico, com um show de marchinhas e sambas de enredo, comandados por uma banda própria, formada por músicos profissionais da cidade, que foi intitulada de Banda do Gafanhoto. Na ocasião, cerca de 600 pessoas acompanharam o bloco. Em 2016 ao bloco se concentrou na Praça da Escola Estadual Coronel Carneiro Junior, no Centro de Itajubá-MG, também com o acompanhamento da bateria e posteriormente com a apresentação da Banda do Gafanhoto, um pouco simplificada pela falta de apoio naquele ano, um momento caracterizado por muita

Moção Nº 4/2020

Data: 17/02/2020

Situação: Padrão

Regime: Ordinário

Autoria: Cleber David - PSD

Assunto: Senhor Presidente, Apresento a V.Exa., nos termos do art. 152 do Regimento Interno, a presente Moção de Congratulação, a ser encaminhada para a Associação de Voluntários Viva a Vida de Itajubá-MG, pelo aniversário de 17 anos de fundação.

Moção Nº 3/2020

Data: 13/02/2020

Situação: Padrão

Regime: Ordinário

Autoria: Sebastião Silvestre da Costa - MDB

Assunto: Moção de Congratulação ao Judoca Pedro Henrique de Oliveira Machado

Moção Nº 2/2020

Data: 27/01/2020

Situação: Padrão

Regime: Ordinário

Autoria: José Maria Silva - PTB

Assunto: Senhor Presidente, José Maria Silva, vereador que esta subscreve, regimentalmente apoiado, vem apresentar a V. Exa. Moção de Pesar pelo falecimento do Sr. Paulo César da Silva, ocorrido no dia 15 de janeiro de 2020.

Moção Nº 1/2020

Data: 20/01/2020

Situação: Aprovada

Regime: Ordinário

Autoria: José Vladimir dos Santos - MDB

Assunto: Senhor Presidente. Apresento a V.Exa., nos termos do art. 152 do Regimento Interno, a presente Moção de Congratulação, a ser encaminhada ao Senhor José Augusto Pinto, filho de Antônio Juarez Pinto e Maria Américo Pinto, casado com a paranaense Lucia Natalina Boeno, pai de Andreza Boeno Pinto. Nascido em 20 de outubro de 1954 em Delfim Moreira, Senhor José gostava muito do contato com a natureza, logo na infância criou-se o hábito de realizar o plantio de árvores, porém naquela época com pouca experiência apenas algumas árvores vingavam, realizou seus estudos até o 5º ano, logo em seguida no ano de 1973 resolveu ir morar e trabalhar em São José dos Campos. Em 1978 mudou-se para São Paulo, quando conheceu e começou a namorar com Lucia Natalina Boeno, com a qual contraiu casamento em 02 de outubro 2002, já na cidade de Itajubá. Ainda em São Paulo, Senhor José trabalhou como motorista em grandes empresas por diversos anos. Nestas empresas, carregou seu hábito de infância de realizar o plantio de árvores, deixando sua marca por onde passava. No ano de 2000 veio morar em Itajubá, para trabalhar por conta própria como motorista de caminhão de mudanças, criou seu ponto na Rua Antônio Braga Filho, próximo ao banco Itaú. Neste local Senhor José realizou o plantio e cuidou de inúmeras árvores por pelo menos um terço desta rua. Até os dias de hoje, o Senhor José Augusto tem o prazer de plantar e cuidar das árvores do Município de Itajubá, portanto o que ele vinha fazendo ao longo dos anos com esta atitude exemplar, hoje contribui e muito, para o desenvolvimento do Projeto de Lei de número 4234 - Pomar Urbano - de minha autoria que se transformou na Lei Municipal de número 3256 que obriga o plantio de árvores frutíferas no Município de Itajubá. Assim, tendo em vista o seu carinho com o nosso Município, pedimos o apoio de todos os Nobres Vereadores desta casa para homenagearmos e agradecermos ao Senhor José Augusto Pinto, através desta moção de congratulação.

Moção Nº 37/2019

Data: 16/12/2019

Situação: Padrão

Regime: Ordinário

Autoria: Renato Nascimento de Moraes - PSDB

Assunto: Estamos no final da década de 40, e, Minas Gerais, com sua vocação para a mineração e a metalurgia, buscava acelerar o seu desenvolvimento, mas acabava por esbarrar na falta de infraestrutura e principalmente, na falta de energia elétrica. Em 1951, o então Governador de MG, Juscelino Kubitschek encaminha à Assembleia Legislativa a proposta de elevar exponencialmente a produção de energia em Minas Gerais, chegando a enviar aos deputados, bilhete escrito de próprio punho, em que aborda a necessidade de criação da CEMIG no Estado. Chegamos então, em maio de 1952, ano em que nasce a empresa CEMIG, sob o nome de Centrais Elétricas de Minas Gerais. Logo mais, em janeiro de 1955, são inauguradas as duas primeiras usinas hidrelétricas construídas pela CEMIG no Estado: Em Tronqueiras e em Itutinga. Já no ano seguinte, em 1956, inaugura-se mais uma usina, a de Salto Grande. 1956 também é crucial para expansão da empresa, pois foi o ano em que Juscelino Kubitschek foi eleito Presidente da República, fato que deu início à grandes investimentos em infraestrutura de transportes e energia no país, principalmente, em Minas Gerais. Ao iniciarmos a década de 60 a CEMIG realiza um minucioso estudo nos rios de todo o Estado, realizando levantamento completo, bem como a avaliação total de nosso potencial hidráulico. Esse trabalho crucial, definiria os projetos que viriam a garantir a energia dos tempos futuros. Ainda no início dos anos 60, a empresa amplifica sua área de atuação, aumentando a sua participação na distribuição de energia elétrica a um maior número de localidades mineiras, distribuindo energia nas áreas urbana e rural de quase todo o Sul do Estado, e, ampliando assim, o número de seus consumidores residenciais e comerciais. Desde então, a empresa apresenta exponencial histórico de investimentos relevantes em nossa região. Trabalhando incessantemente para levar energia com qualidade e comodidade aos municípios mineiros. Vale ressaltar que desde de 2009, a CEMIG aderiu ao Pacto Global proposto pela Organização das Nações Unidas (ONU) Uma iniciativa internacional que tem o objetivo de incentivar as empresas a adotarem valores fundamentais relacionados à responsabilidade social. Além disso, a CEMIG possui relevante Política Ambiental, com ações voltadas diretamente à proteção do meio ambiente, à conservação da biodiversidade e ao uso sustentável dos recursos naturais O Grupo CEMIG atualmente é o maior fornecedor de energia elétrica de todo o Brasil. Em Minas Gerais, responde por 96% da área de concessão, com cerca de 8 milhões de consumidores em 774 municípios - levando energia com qualidade e comodidade, para mais de 20 milhões de pessoas. Pelo vasto histórico de empreendedorismo e inovação; pela significante participação no desenvolvimento socioeconômico de nosso Estado, e, pelos 50 anos de atuação na região trabalhando pelo cumprimento de seu propósito de responsabilidade social e cidadania, conceitos primordiais desde sua fundação: o grupo CEMIG recebe do PSDB ITAJUBÁ esta merecida moção de congratulação. Assinam os vereadores Renato Moraes, Carlos Molina e Joel Carlos de Almeida.

Moção Nº 35/2019

Data: 16/12/2019

Situação: Aprovada

Regime: Padrão

Autoria: Wilson Batista Paiva - PHS

Assunto: Senhor Presidente, Apresento a V.Exa., nos termos do art. 152 do Regimento Interno, a presente Moção de Congratulação, a ser encaminhada a Sra. Vanessa Viera Werner.